Indivíduos se transformam, dinheiro se move, nações entram em colapso. Mas, e você?

VOCÊ PUXA

O

GATILHO

| notícias e curiosidades: comportamento, história, filosofia, cultura e sinais.

Relatório Semanal | Correções Desejadas

Mais indicadores correlacionam as expectativas da realidade vivenciada nos mercados americanos e mundiais. Os mercados asiáticos, Hong Kong e Shanghai, já estão passando por correções prolongadas há quase um ano.

Alibaba, por exemplo, já perdeu 53% do valor de suas ações. Nio – fabricante chinesa de automóveis elétricos e autônomos – perdeu 41% de seu valor de mercado desde janeiro de 2020. Tencent, o maior e mais utilizado portal de serviços de internet da China, também está arcando prejuízos de 42% ao longo deste ano. Estes são apenas três exemplo da correção generalizada que tem ocorrido nos principais mercados asiáticos.

Subscribe to get access

ASSINE AGORA para continuar lendo, não apenas este, mas TODOS os conteúdos!
Por apenas R$19,90 anual, você poderá ter um ótimo retorno em teses ainda desconhecidas.

Intuições Recessivas – Últimos 30 Anos

Abaixo segue algumas informações semanais interessantes que nos fazem refletir um pouco mais do momento que estamos vivendo. Vendas no varejo diminuindo drasticamente nos últimos meses contrariando as expectativas positivistas dos investidores. No artigo anterior, encontrado no menu ‘News [english/português]’ verificou-se muitas distorções acumulativas que indicam uma forte recessão se aproximando: a terceira dos últimos 30 anos.

SIGA OS GRÁFICOS E ENTENDA UM POUCO O QUE HÁ POR VIR, DE ACORDO COM MOMENTOS PASSADOS.

Subscribe to get access

Leia TODOS os conteúdos ao se inscrever hoje.

A Bolha de Tudo

APENAS ESTE POST COM ACESSO LIBERADO PARA DAR UMA PERSPECTIVA DO QUE ESCREVO.

Alguns ainda teimam em dizer e influenciar pessoas com o objetivo de incentivá-las a entrar de cabeça em situações extremamente complexas e arriscadas. Já aconteceu em várias décadas atrás, séculos passados, e em 2020, não ocorreu conforme designado por “poções mágicas” dos Governos e Bancos Centrais – agravando abruptamente o contexto futuro. Estamos cada vez mais à beira de um postergado colapso – não apenas doloroso no curto prazo, mas principalmente no longo prazo.

Relatei isso de forma bem aprofundada no meu segundo livro. Uma lástima observar o que está se aproximando de forma sorreteira e cruel. Infelizmente veremos muitos indivíduos sofrendo depressões profundas; famílias se destruindo por causa dos bens monetários e materiais; uma grande massa empobrecida e desempregada; e por fim, suicídios.

DETALHES COMENTADOS

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é record-sp500.png

Interpretando resumidamente o gráfico acima, logo de frente nos vêm aos olhos a quantidade de records que os mercados americanos vem alcançando de maneira recorrente. A imagem destacada refere-se apenas ao índice S&P 500. O índice Nasdaq tornou-se ainda mais assustador em seus records praticamente diário.

Ao refletimos um pouco mais, inferimos que: assim que o índice extrapolou suas máximas consecutivas, houve nos anos seguintes baixas absolutamente significativas até o ponto de “ruptura” mental, psicológico e comportamental dos indivíduos atuantes nos mercados financeiros. O ponto de cisão dos investidores se torna claro aproximadamente 3 (três) anos após repetidas baixas, que obviamente, os deixaram temerosos sobre o futuro que se aproximava. Ano após ano em novas mínimas, faziam com que aqueles indivíduos começassem a sentir os fortes prejuízos momentâneo em seus patrimônios. A dor vagarosamente foi se apropriando de seu viés positivista: a ganância em medo, o enriquecimento em pobreza, a felicidade em tristeza.

Mesmo que os grandes atuantes nos mercados – hedge funds – compreendam sobre os dilemas da renda variável, manipulando fortemente os mercados, seus clientes, por outro lado, são completamente emotivos e sensíveis aos seus patrimônios deixados em mãos de terceiros. Nesta intenção, os clientes tomam a dianteira – antes, feitas por gestores – em suas decisões irremediáveis e iniciam as vendas generalizadas de suas ações e resgates de seus patrimônios: retirando seus lucros.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é households.png

O gráfico acima demonstra bem como a atuação dos domadores dos mercados transformam a distopia em realidade. Em quase todos os casos, os grandes prejuízos são elevados para os indivíduos avulsos, inexperientes e leigos que estão em pleno momento de excitação. Em tempos de records dos índices, repete-se sempre a mesma característica fatídica dos crashs anteriores: qualquer indivíduo, por menos estudo que tenha, está com seu patrimônio alocado nos mercados de ações.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é sem-correcao.png

A demonstração acima da média de 200 dias anuais sem correção forte do índice. Ainda um pouco distante da média do crash em 2000 e já no mesmo nível de 2008. Do ano de 2015 em diante, as máximas estão se acentuando sem correções de forma ainda suave.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é historical.png

Em 2018 houve uma correção mais prolongada de aproximadamente um ano. Em 2021 ultrapassamos 0.30 e ainda não houve correção no índice de forma “um pouco adequada”.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é cash-balance.png

Média dos Níveis de Caixa ainda extremamente baixo, indicando que os investidores estão fortemente alocados – comprados. Em outras palavras: Atuantes nos mercados estão gananciosos, com pouca reserva em caixa e supervalorizando muitos ativos – alguns mesmo sem tanto valor agregado.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é valuation-sectors.png

Apesar de notas grandes expectativas desproporcionais nos mercados em geral, há ainda algumas poucas alternativas que estão relativamente “descontadas” desde a recessão de 1995: Energia!

Dentre as fontes de matrízes energéticas que mais estão descontadas, destaca-se o Urânio.

Nota: Escreverei sobre a tese do urânio, que já estou comentando em minhas redes sociais desde o início de 2020, em alguma postagem futura.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é eps.png

Provavelmente ainda tenhamos algumas altas pelo caminho, até 2 (anos), já que o EPS (lucros por ação) está compactuando com isso. Porém, devemos nos atentar como as empresas americanas começarão a sofrer impactos mais acentuados em seus lucros devido ao aumento expressivo dos impostos determinados pelo governo atual.

Isso Não Faz Sentido!

Ao me deparar com os gráficos seguintes, torno-me extremamente cético do quão desproporcional o mercado americano se encontra desde 1987. Aplica-se o discurso máximo, nos momentos atuais, que tudo pode ser justificado pela configuração da globalização atual, com atuação massiva da tecnologia e, principalmente, da Inteligência Artificial [IA] – não deixando de fora também a eficaz expansão logística e informativa na qual vivemos. Por outro lado, números sempre foram números, determinando a coerência – ou não – dos ganhos e perdas ao longo dos anos, décadas e séculos. Vou deixar apenas uma imagem – das muitas no restante do conteúdo – bastante intuitiva do momento frenético, excitante que estamos vivendo e explanar detalhadamente os próximos gráficos sensacionais a seguir.

S&P500 contabilizando retorno de 29x em 2021. Na prática, de maneira simples e resumida para o entendimento: Você aplicou $100.00 e só terá o retorno sobre o mesmo valor em 29 anos. Em 1999/2000, no estouro da bolha.com, o Risco x Retorno era expressivamente alto e não compensava o período temporal de aproximadamente 36x. Não vou adentrar nos detalhes especulativos daquele momento para não tornar o post muito cansativo, mas deixarei um link no final para os curiosos.

OBSERVE as próximas imagens INCRÍVEIS com algumas ANÁLISES pessoais sobre os possíveis fundos.

Subscribe to get access

Leia TODOS o conteúdo ao se inscrever hoje.

Histórico de Valor e Indicação de Recessão Profunda

Translate for your language.

Na imagem acima apresenta-nos apenas a revisão sobre Valor atual, Expectativas de Retorno e Alavancagem totalmente longe da racionalidade dos investidores. Não cabe a mim, neste momento, ficar fazendo abordagens tão conceituais sobre o tema, apenas apresento para o assinante nos gráficos a seguir o quanto o comportamento dos indivíduos atuantes nos mercados estão extrapolando suas perspectivas sobre o futuro da economia mundial. Estamos claramente vivendo um princípio de recessão profunda que ainda está sendo magnífica mente maquiado por instituições governamentais.

Ressalto sempre a mesma ideia de obter ativos ainda subvalorizados e com preços muito abaixo do que esperam. A grande vantagem dessa estratégia totalmente coerente, é que: mesmo com recessoes mais abrangentes, continua-se comprando ativos (negócios) com preços consideravelmente abaixo das expectativas do mercado.

Vale muito a pena a leitura e interpretação pessoal dos gráficos abaixo. Meu intuito é sempre levar o assinante a realidade macroeconômica e observação constante sobre a importância absoluta do Valor Justo.

LUCRO, ALAVANCAGEM E RECESSÃO

Segue mais gráficos históricos e atualizados intuitivos e fáceis de Interpretação sobre o assunto e também minha visão comportamental e realística do que estamos vivenciando.

Subscribe to get access

Leia TODOS os conteúdos ao se inscrever hoje.