Relatório Semanal | Sentimentos

O fator ‘sentimento’ encaminha, majoritariamente, os indivíduos para o mesmo fluxo: fatores emocionais e comportamentais regem, governam, estes sujeitos, que por sua vez, é refletido em inúmeros índices. A questão principal deveria ser: existe, comprovadamente, um motivo forte o suficiente para me influenciar por este fluxo?

A volatilidade está anexada diretamente aos fluxos, que por sua vez, está intrinseca nos tipos de jogadores que atuam nestes mercados. Com o advento da extrema facilidade tecnológica, agora habitada pela Inteligência Artificial, uma enorme quantidade de jogadores está entrando neste jogo denominado ‘mercado’: em sua grande maioria, indivíduos que não conseguem interpretar um mísero texto; ou que não faz ideia de “quem é” perante sua própria vida.

Sim, de certa forma é triste ter que ler e escrever, no meu caso, este tipo de pensamento. Porém, seria cruel não analisar as verdades que envolvem as volatilidades sentimentais: neste caso, sendo caracterizadas, dimensionadas e resumidas em GRÁFICOS!

SENTIMENTOS

O ‘Sentimento do Investidor’ está atingindo mesmas mínimas expectativas do início da pandemia, em 2020. Não irei me adentrar em cada relatório anterior para descrever todos os casos minunciosamente. Resume-se em: se você está lendo estes escritos; óbviamente está vivo e superou todas as misérias que esta doença causou. O mercado resistiu! As empresas resistiram.

Agora são outras histerias que absorvem o lado emocional dos indivíduos, mantendo-os num eterno loop entre desesperos e euforias: inflação, Federal Reserve, staginflação, cadeia de suprimentos, geopolítica, guerra. Caso leitor, coloque uma coisa em sua mente:

TODOS OS DIAS HAVERÁ UM NOVO PROBLEMA A SER RESOLVIDO NESTA SUA VIDA, SEJA MACRO OU MICRO, DIRETA OU INDIRETA.

Portanto, a única alternativa para ter maior tranquilidade em relação ao próprio dinheiro investido se denomina “diversificação” setorial.

SENTIMENTOS vs REAL ESTATE

Enquanto isso, os ativos imobiliários mantém baixos preços em relação ao sentimento negativo dos investidores, conforme imagem acima. A Linha Vermelha retrata exatamente este momento; encaminhando a mínimos excessivos como em 2008 e 2020 – as maiores desvalorizações dos REITs nas marcações azuis.

O PÊNDULO

O gráfico acima demonstra o histórico do S&P 500 dos ativos, tanto de ‘Valor’ quanto ‘Crescimento’. Observe que a correlação está muito bem definida nas Setas Vermelhas, na qual, indicam desde 2008 os picos de supervaloração dos ativos seguindo de uma forte correção dos mercados. No momento o S&P 500 já está atingindo um ponto sobrevendido, ou seja, muitos ativos já se encontram com os preços abaixo do Valor Justo.

Enquanto muitos ativos estão se tornando verdadeiras pechinchas, o pessimismo continua atingindo fortemente o comportamento racional dos investidores. A imagem acima demonstra claramente que estamos diante de um bom movimento de “compra”, onde o sentimento dos sujeitos os mantém reféns de narrativas pessimistas: perdendo belas oportunidades de rendimentos melhores.

Todos as marcações vermelhas demonstram o histórico nos últimos 10 anos que o mesmo movimento ocorreu. O ponto de inflexão entre pessimismo vs otimismo pode mudar rapidamente, deixando muitos investidores para trás.

VALOR vs CRESCIMENTO

Nota-se que o momento dos ativos de Crescimento (majoritariamente no setor tecnológico), manteve-se em alta performance em relação aos ativos de Valor desde, aproximadamente, 2008. Faixas Brancas: momento de melhor rendimento nos ativos de Valor.
Faixas Azuis: momento de melhor rendimento nos ativos de Crescimento.

Será que estamos diante de um novo período em que os ativos de Valor se manterão com melhores rendimentos? Sobre isso, deixo cada leitor raciocinar sobre as perspectivas políticas e econômicas que estamos vivenciando.

COMPOSIÇÃO ECONÔMICA vs S&P 500

Décadas se passaram, mas os macrociclos econômicos continuam perdurando de tempos em tempos. Todas as vezes estivemos diante de uma crise, seja econômica ou política, o ciclo foi bem definido pela Linha Laranja, seguindo também de uma correção nos mercados financeiros pela Linha Preta.

Diante do exposto, o momento atual nos mantém cautelosos sobre o futuro real da crise recessiva adiante, pois de acordo histórico exibido, ainda estamos em um macrociclo de alta.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s