Seguimos Exemplos. Somos Exemplos.

Translate to your language at the end of the page and share.

O ser humano sempre tende a seguir exemplos do outro. Um humano próximo, um que está distante – em tempo e espaço – ou, em muitos casos, àquele que já não está entre nós. A realidade dos exemplos influenciáveis, diretamente ou indiretamente, batem à porta a medida que avançamos em estágios complexos das nossas próprias vidas. Somos replicadores de informações já vivenciadas por outros indivíduos. Tudo se interliga em questões intelectuais, culturais, religiosas, econômicas, políticas e também no desenvolvimento interpessoal. Personalidades se forjam de acordo com o ambiente habitado.

Estamos propensos às mudanças repentinas e graduais, de pensamentos e atitudes, que antes seriam fatalmente ignorados ou desdenhados. Humanos perturbadamente inquietos em suas próprias preocupações individuais que se transmutam ao longo do tempo. Variações temperamentais e psicológicas ocorrem devido à quantidade de informações absurdas demonstrando o quão limitados somos em relação a capacidade de filtragem cerebral. A cada instante temporal mudamos nossas vontades, desejos, anseios e sonhos. Alegrias e tristezas, frustrações e ambições variam entre 180º a 360º graus em questão de segundos, apenas.

Seres inacabados, sempre inacabados, é o que somos.

O fator que move o contexto humano, sem dúvida, se resume em ‘conquista’. Talvez essa seja a palavra mais expressiva que permeia o íntimo de cada indivíduo sem diferenciar raça ou gênero, apenas “animais racionais humanos”. O que nos diferencia dos animais irracionais se resume especificamente na questão alimentar, afinal, os irracionais prezam primordialmente pelo “pão de cada dia”. Já os humanos buscam, de forma incansável e insaciável, o poder [domínio sobre o semelhante], o dinheiro [capacidade monetária], o sustento altivo do ego e a constância de suas verdades absolutas.

Humanos pregam miseravelmente a evolução, em todas as perspectivas, mas a grande verdade é que vivemos em ciclos, sejam micro ou macros. Desde a mitologia, o indivíduo é inserido e valorizado de acordo com os prospectos sociais gerais.

Você é aquilo que vive. você vive aquilo que é.

Bullshit! Você não precisa ser tudo para todos, viver em função do que o mundo prega ou corrobora. Exemplos só servem para nos dar uma noção, ideia, percepção, dos caminhos disponíveis e de suas possíveis consequências futuras. Mas, definitivamente, não prestam para nos dignificar como sujeitos humanos e perfeitos [que nunca seremos].

A realidade do dinheiro se apresenta da mesma forma. A riqueza, o dinheiro e os investimentos [especulações] não devem ser seguidos como regras gerais de sucesso absoluto. Não existe uma fórmula exata ou praticamente certa. Caso ocorra essa inserção em sua mente de maneira embutida, entubada, será por outro indivíduo que segue outros exemplos estudados ou vivenciados. Pasme, mas a grande maioria não te acrescentará em nada, a não ser volumes numerosos de informações inúteis. Você será apenas um sujeito seguindo o fluxo, inconsciente da realidade.

O conhecimento e a sabedoria individual devem ser adquiridos, fortalecidos e praticados de acordo com a realidade de cada sujeito, singular. Só o mesmo será capaz de determinar o sucesso ou fracasso pessoal. O conhecimento e o sucesso pessoal são relativos e vêm dos estudos profundos que você se dedica a conquistar ao longo de sua jornada.
Bullshit é uma palavra comum mas que só deve ser usada se você sabe que o ambiente permite o se uso. Geralmente, expressa uma sensação de frustação, incredulidade ou completa incredulidade do contexto.

Meu livro publicado na Amazon! Me dê essa força e ânimo para continuar transformando conhecimento em conteúdo.
e-Book -Amazon BR: https://www.amazon.com.br/dp/B08ND6BZLK
Capa comum – Amazon UShttps://www.amazon.com/dp/B08NDR19PW

NOTAS

Doação para Caridade – R$1,00Click here!
Doação para Caridade pelo PayPal – U$1,00Click here!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s